Bíblia do Caminho Testamento Redentor

1ª Epístola de S. Paulo aos Coríntios  † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 1  † 

(Versículos e sumário)

1 Paulo, chamado Apóstolo de Jesus Cristo por vontade de Deus, e o irmão Sóstenes,

2 À Igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, em qualquer lugar deles e nosso.

3 A graça e paz de Deus nosso Pai, e de nosso Senhor Jesus Cristo, seja convosco.

4 Dou sempre graças a meu Deus por vós, pela graça de Deus que vos foi dada em Cristo Jesus;

5 Porque em tudo sois enriquecidos nele, em toda palavra e em toda ciência;

6 Assim como o testemunho do Cristo tem sido confirmado em vós;

7 De maneira que não vos faltam graça alguma, a vós que esperais a revelação de nosso Senhor Jesus Cristo.

8 Que vos manterá firmes e sem crimes até o fim, no dia do advento de nosso Senhor Jesus Cristo.

9 Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados para a comunhão com seu filho Jesus Cristo nosso Senhor.

10 Mas rogo-vos, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, para que todos tenhais concordância no falar, e que não haja entre vós cismas; antes sejais perfeitos, num mesmo sentimento e num mesmo parecer.

11 Porque estou certificado quanto a vós, irmãos meus, pelos que são de Cloé, que há contendas entre vós.

12 E digo isto, porque dentre vós se diz: Eu, na verdade, sou de Paulo; eu, porém, sou de Apolo; pois eu sou de Cefas; mas eu do Cristo.

13 Está Cristo dividido? Porventura Paulo foi crucificado por vós? Ou haveis sido batizados em nome de Paulo?

14 Dou graças a Deus por não ter batizado nenhum de vós, senão Crispo e Caio.

15 Para que ninguém diga que fostes batizados em meu nome.

16 E batizei também a família de Estéfanas; não sei porém se tenho batizado a algum outro.

17 Porque o Cristo não me enviou para batizar, mas para pregar o Evangelho sem eloquência, para não tornar vã a cruz do Cristo.

18 Porque a palavra da cruz para os que se perdem, é na verdade uma estultícia; mas para os que se salvam, que somos nós, ela é a virtude de Deus.

19 Porque está escrito: Perecerá a sabedoria dos seus sábios, e ficará obscurecido o entendimento dos seus prudentes. ( † )

20 Onde está o sábio? onde o doutor da lei? onde o perscrutador deste século? Não tornou Deus estultice a sabedoria deste mundo?

21 Visto que na sabedoria de Deus, o mundo não o conheceu pela sabedoria; aprouve a Deus que, pela estultícia da pregação, fossem salvos aos que cressem nele.

22 Porquanto, os judeus pedem sinal, e os gregos buscam sabedoria.

23 Nós, porém, pregamos a Cristo crucificado, que para os judeus é de fato um escândalo, e uma estultícia para os gentios.

24 Mas para os próprios chamados, assim judeus como gregos, o Cristo é a divina virtude e a divina sabedoria.

25 Porque o que para Deus é estultícia, é sabedoria para os homens; e o que para Deus é fraqueza, é fortaleza para os homens.

26 Vede pois a vossa vocação, irmãos, porque não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos, nem muitos os nobres.

27 Mas aos que são estultos para o mundo elegeu Deus para confundir os sábios; e aos fracos para o mundo elegeu Deus para confundir as fortes;

28 E aos ignóbeis e desprezíveis para o mundo elegeu Deus, e aos que nada são para que façam perecer aos que são;

29 Para que nenhuma carne se vanglorie na presença dele.

30 Ora, por ele mesmo estais vós em Cristo Jesus, o qual veio a ser para nós sabedoria, justiça, santificação e redenção para Deus;

31 Para que tal como está escrito: O que se gloria, glorie-se no Senhor. ( † )



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; Novum Testamentum Graece 28th revised edition, edited by Barbara Aland and others; Parallel Greek New Testament by John Hurt


.

Abrir