Bíblia do CaminhoTestamento Redentor

Índice Página inicial Próximo Capítulo

O Evangelho segundo S. Marcos  Ee

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 11

(Versículos e sumário)

Jesus aclamado em Jerusalém

Mt = Lc = Jo

11 Quando eles iam se aproximando de Jerusalém e de Bethania, perto do monte das Oliveiras, enviou dois dos seus discípulos,

2 E disse-lhes: Ide a essa aldeia que está defronte de vós, e logo que entrardes nela, achareis preso um jumentinho, em que ainda não montou homem algum; soltai-o e trazei-o.

3 E se alguém vos perguntar: Que é o que vós fazeis? dizei-lhe que o Senhor tem necessidade dele; e logo o deixará voltar aqui.

4 Saindo, eles acharam o jumentinho atado de fora da porta na encruzilhada, e desprenderam-no.

5 Alguns dos que estavam ali lhes diziam: Que fazeis, desprendendo o jumentinho?

6 Eles responderam como Jesus lhes havia mandado, e os homens lho deixaram levar.

7 Trouxeram o jumentinho a Jesus, acobertaram-no com suas vestes e Jesus montou em cima dele.

8 Muitos estenderam suas vestes pelo caminho; e outros cortavam ramos das árvores e juncavam com eles o caminho.

9 E tanto os que iam adiante, como os que o seguiam atrás davam os vivas a Jesus, dizendo: Hosana! Bendito seja o que vem em nome do Senhor. (Sl)

10 Bendito seja o reino que vemos chegar, de nosso pai David: Hosana nas alturas.

11 Jesus entrou em Jerusalém no Templo; e depois de ter observado tudo quanto nele havia, como já fosse tarde, saiu a Bethania com os doze.


A figueira condenada Ee

Mt; Mc

12 No dia seguinte, como saíssem de Bethania, teve fome.

13 Tendo visto ao longe uma figueira que tinha folhas, foi lá ver se acharia nela alguma coisa; e quando chegou a ela, nada achou senão folhas, porque não era tempo de figos.

14 E disse: Nunca jamais coma alguém fruto de ti para sempre. E ouviram-no os seus discípulos.


Jesus no Templo, proíbe o comércio Ee

Mt = Lc

15 Chegaram a Jerusalém, e havendo entrado no Templo, começou a lançar fora os que vendiam e compravam no Templo; derribou as mesas dos banqueiros e as cadeiras dos que vendiam pombas.

16 E não consentia que ninguém transportasse móvel algum pelo Templo.

17 Ele os ensinava, dizendo-lhes: Porventura não está escrito: que a minha casa será chamada casa de oração (Is) entre todas as gentes? E vós tendes feito dela um covil de ladrões. (Jr)

18 O que ouvindo, os príncipes dos sacerdotes e os escribas, andavam excogitando de que modo o haviam de perder, porque como todo o povo admirava a sua doutrina, tinham medo dele.

19 Quando era já pela tarde, saiu da cidade.


A figueira condenada que secou. O poder da fé Ee

Mt

20 No outro dia pela manhã, ao passarem pela figueira, viram que ela estava seca até às raízes.

21 E recordando-se Pedro, disse-lhe: Olha, Mestre, como secou a figueira que amaldiçoaste.

22 Respondendo, Jesus lhe disse: Tende fé em Deus.

23 Em verdade vos afirmo, que todo o que disser a este monte: Tira-te, e lança-te no mar, e isto sem hesitar no seu coração, mas tendo fé de que tudo o que disser sucederá, ele o verá cumprir assim.

24 Por isso vos digo, todas as coisas que vós pedirdes orando, crede que as haveis de ter, e que assim vos sucederão.

25 Mas quando vos puserdes em oração, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai-lha, para que também vosso Pai, que está nos Céus, vos perdoe vossos pecados.

26 Porque se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos Céus, não vos perdoará vossos pecados.


Da autoridade de Jesus. Do batismo de João

Mt = Lc

27 Voltaram outra vez a Jerusalém. E andando Jesus pelo Templo, se chegaram a ele os príncipes dos sacerdotes, os escribas e os anciãos;

28 E lhe disseram: Com que autoridade fazes essas coisas? e quem te deu este poder de faze-las?

29 Respondendo, Jesus lhes disse: Eu também vos farei uma pergunta; respondei-ma e eu então vos direi com que autoridade faço estas coisas.

30 O batismo de João era do Céu, ou dos homens? Respondei-me.

31 Mas eles cogitavam entre si, dizendo: Se nós dissermos que era do Céu dir-nos-á ele: Por que razão, pois, não crestes nele?

32 Se dissermos que dos homens, temos medo do povo; porque todos tinham a João em conta de um profeta.

33 E respondendo, disseram a Jesus: Não sabemos. Respondendo Jesus, lhes disse: Pois nem eu tampouco vos direi com que autoridade vos faço estas coisas.



Nota: Nos originais do Padre Figueiredo, tanto em latim como em português, o início do v. 10 é o final do v. 9, fizemos a alteração para se conformar com as outras versões da Bíblia.


Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação.

Veja também as seguintes versões: Corrigida e revisada, fiel de Almeida; Novum Testamentum Graece 28th revised edition. Edited by Barbara Aland and others; Parallel Greek New Testament by John Hurt


.

Abrir