Bíblia do Caminho Antigo Testamento

2º Livro de Samuel    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 15

(Versículos e sumário)

15 E depois disto mandou Absalão aprontar para si carroças, e gente de cavalo, e cinquenta homens, que andassem adiante dele.

2 E levantando-se Absalão de manhã, parava à entrada da porta, e a todo o que tinha algum negócio e vinha a pedir justiça ao rei, chamava-o Absalão a si, e lhe dizia: De que cidade és tu? E ele respondia: Eu teu servo sou de tal tribo de Israel.

3 E Absalão lhe dizia: O teu negócio me parece ser de razão e de justiça. Mas não há pessoa constituída pelo rei para te ouvir. E acrescentava Absalão:

4 Ó quem me dera ser juiz sobre a terra, que viessem a mim todos os que têm negócios, e eu os decidisse segundo a justiça?

5 E quando se chegava a ele algum homem a cortejá-lo, estendia a sua mão, e abraçando-o o beijava.

6 E isto praticava com todos os de Israel, que vinham para que o rei os ouvisse, e julgasse, e atraía a si o coração dos homens de Israel.

7 Mas depois de quarenta anos, disse Absalão ao rei David: Eu tenho que ir a Hebron para cumprir os votos que fiz ao Senhor.

8 Porque quando o teu servo estava em Gessur da Síria, fez este voto, dizendo: Se o Senhor me restituir a Jerusalém, eu oferecerei um sacrifício ao Senhor.

9 E o rei David lhe disse: Vai em paz. E ele saiu, e foi para Hebron.

10 Absalão porém enviou emissários por todas as tribos de Israel, dizendo: Tanto que tiverdes ouvido o som da trombeta, publicai: Absalão reina em Hebron.

11 Mas com Absalão foram duzentos homens de Jerusalém por ele convocados, que o seguiam inocentemente, e que de todo não penetraram a sua intenção.

12 Chamou também Absalão a Aquitofel Gilonita, conselheiro de David, que era da sua cidade de Gilo. E quando se imolavam as vítimas fez-se uma poderosa conjuração, e crescia o povo que tomava o partido de Absalão.

13 Chegou logo um correio a David dizendo: Todo o Israel segue Absalão com todas as veras.

14 E disse David aos seus criados, que estavam com ele em Jerusalém: Levantai-vos, fujamos; porque não poderemos escapar das mãos de Absalão. Apressai-vos a sair, não suceda que ele chegando nos apanhe, e traga sobre nós a ruína, e mande passar ao fio da espada a cidade.

15 E os servos do rei lhe disseram: Nós teus servos executaremos de boa vontade tudo o que mandar o rei nosso senhor.

16 Saiu pois o rei, e toda a sua família a pé; e deixou dez mulheres suas concubinas para guardarem o palácio.

17 E tendo saído o rei e todo o Israel a pé, parou estando já longe da sua casa.

18 E todos os seus servos iam ao pé dele, e as legiões dos Ceretheus e Feletheus, e todos os Getgeus, fortes guerreiros, em número de seiscentos homens de pé, que o tinham seguido em Geth, iam adiante do rei.

19 E disse o rei a Ethai Getheu: Porque vens tu conosco? Volta, e vai viver com o rei, porque és forasteiro, e saíste da tua terra.

20 Ontem vieste, e hoje serás obrigado a sair conosco? Eu porém irei para onde devo ir. Tu volta, e leva contigo a teus irmãos, e o Senhor usará contigo de misericórdia, e de verdade, porque deste mostras da tua gratidão e fidelidade.

21 E Ethai respondeu ao rei, dizendo: Viva o Senhor, e viva o rei meu amo; porque em qualquer estado em que tu te achares, ó meu senhor, quer seja na morte, quer na vida, aí se achará o teu servo.

22 E David disse a Ethai: Vem, e passa. E passou Ethai Getheu, e todos os homens que estavam com ele, e toda a mais multidão.

23 E todos choravam a grandes vozes, e passava todo o povo; o rei também passava a torrente de Cedron, e todo o povo tomava o caminho, que olha para o deserto.

24 Veio pois também o pontífice Sadoc, e com ele todos os levitas que traziam a arca do testamento de Deus, e assentaram a arca de Deus. E subiu Abiathar, até que tivesse passado todo o povo, que tinha saído da cidade.

25 E disse o rei a Sadoc: Torna a levar a arca de Deus para a cidade. Se eu achar graça diante dos olhos do Senhor, ele me restituirá, e fará que eu veja a sua arca, e o seu tabernáculo.

26 Se ele porém me disser: Tu não me agradas; eu estou pronto, faça de mim o que bem lhe parecer.

27 E disse o rei ao pontífice Sadoc: Ó Vidente, torna em paz para a cidade; e estejam convosco vossos dois filhos Aquimaas, teu filho, e Jônathas, filho d’Abiathar.

28 Olhai que eu me vou esconder nas campinas do deserto, até que vós me mandeis novas do estado das coisas.

29 Sadoc pois, e Abiathar tornaram a levar para Jerusalém a arca de Deus; e lá ficaram.

30 E David ia subindo a costa das oliveiras, e a subiu chorando, caminhando com os pés descalços e a cabeça coberta, e todo o povo que ia com ele, subia também chorando coberta a cabeça.

31 E deu-se notícia a David que Aquitofel também entrava na conjuração de Absalão, e disse David: Peço-te, Senhor, que enfatues o conselho de Aquitofel.

32 E quando David subia ao cume do monte, onde devia adorar ao Senhor, eis se encontrou com ele Cusai d’Arach, rasgados os vestidos, e coberta a cabeça de terra.

33 E David lhe disse: Se vieres comigo, ser-me-ás pesado;

34 mas se tu voltares para a cidade, e disseres a Absalão: Eu ó rei, sou teu servo, e eu te servirei a ti, como servi a teu pai; dissiparás os desígnios de Aquitofel.

35 Tu porém tens contigo aos pontífices Sadoc, e Abiathar; e tudo o que ouvires da casa do rei avisarás aos pontífices Sadoc e Abiathar.

36 E com eles estão seus dois filhos Aquimaas, filho de Sadoc, e Jônathas, filho d’Abiathar; e por eles me avisareis de tudo o que ouvires.

37 Chegando pois Cusai amigo de David à cidade, entrou também Absalão em Jerusalém.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: A versão Corrigida e revisada, fiel de Almeida; A Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt


.

Abrir