Bíblia do Caminho Antigo Testamento

Jeremias    † 

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 23   † 

(Versículos e sumário)

23 Ai dos pastores, que perdem e que despedaçam a grei da minha pastagem, diz o Senhor.

2 Portanto isto diz o Senhor Deus de Israel aos pastores que apascentam o meu povo: Vós desarranjastes a minha grei, e os afugentastes, e não os visitastes. eis aqui estou eu que irei com a minha visita sobre vós, para castigar a malícia de vossos desígnios, diz o Senhor.

3 E eu ajuntarei as relíquias da minha grei de todas as terras, aonde eu para ali os tiver lançado; e os farei voltar aos seus campos; e elas crescerão e se multiplicarão.

4 E levantarei sobre eles pastores, que os apascentarão. Dali em diante não terão medo, nem se atemorizarão; e do seu número não faltará nenhum, diz o Senhor.

5 Eis-aí vêm os dias, diz o Senhor: e eu suscitarei a David, um germe justo. E reinará um rei, que será sábio; e obrará segundo a equidade e justiça na terra;

6 Naqueles dias será salvo Judá, e Israel habitará sem temor. E este é o nome que lhe chamarão, o Senhor nosso justo.

7 Por esta causa eis-aí vêm os dias, diz o Senhor, e não dirão jamais: Vive o Senhor que tirou os filhos de Israel da terra do Egito.

8 Mas sim: Vive o Senhor, que tirou e trouxe a linhagem da casa de Israel da terra do Aquilão, e de todas as terras, onde eu para ali os tinha lançado. E habitarão na sua terra.

9 Aos profetas: O meu coração está feito em pedaços dentro de mim mesmo, todos os meus ossos se abalaram. Eu estou feito como um homem ébrio, e como um homem cheio de vinho, contemplando a face do Senhor, e à vista das suas santas palavras.

10 Porque a terra está cheia de adúlteros, porque a terra chorou à vista da maldição, secaram-se os campos do deserto. A carreira deles se tem feito má, e a fortaleza deles dessemelhante.

11 Porque o profeta, e o sacerdote se corromperam; e na minha casa achei os males que eles lá cometeram, diz o Senhor.

12 Por isso o seu caminho será como um caminho escorregadio nas trevas; porque serão impelidos, e cairão nele; porque farei vir sobre eles males o ano da sua visitação, diz o Senhor.

13 E nos profetas de Samaria vi extravagância. Profetizavam em nome de Baal, e seduziam o meu povo de Israel.

14 E nos profetas de Jerusalém vi semelhança de adúlteros, e caminho de mentira; e fortificaram as mãos dos malvadíssimos, para que se não convertesse cada um da sua malícia. Têm-se tornado todos para mim como Sodoma, e os moradores dela como Gomorra.

15 Portanto isto diz o Senhor dos exércitos aos profetas: eis aqui estou eu que os alimentarei com losna, e lhes darei a beber fel; porque dos profetas de Jerusalém se derramou a contaminação sobre toda a terra.

16 Isto diz o Senhor dos exércitos: Não queirais ouvir as palavras dos profetas, que vos profetizam, e vos enganam; falam as visões do seu coração, não da boca do Senhor.

17 Dizem àqueles que me blasfemam: O Senhor o disse: Vós tereis a paz. E a todos aqueles que andam na pravidade [perversidade] do seu coração, disseram: Não virá sobre vós mal.

18 Mas qual deles assistiu ao conselho do Senhor, e viu e ouviu a sua palavra? Quem considerou a sua palavra e a ouviu?

19 Eis-aí sairá fora o redemoinho da indignação do Senhor, e a tempestade que descarrega. Tudo virá sobre a cabeça dos ímpios.

20 Não retrocederá o furor do Senhor até que efetue, e até que cumpra o desígnio do seu coração. Nos últimos dias entendereis o seu conselho.

21 Eu não enviava estes profetas, e eles corriam; não lhes falava nada, e eles profetizavam.

22 Se tivessem assistido ao meu conselho, e tivessem feito saber as minhas palavras ao meu povo; eu os tivera certamente desviado do seu mau caminho, e dos seus tão depravados pensamentos.

23 Acaso cuidas que sou eu Deus de perto? diz o Senhor. E não Deus de longe?

24 Poderá acaso ocultar-se algum em lugares retirados; e não no verei eu? diz o Senhor. Porventura não encho eu o céu e a terra? diz o Senhor.

25 Tenho ouvido o que disseram os profetas, que em meu nome profetizam a mentira, e dizem: Sonhei, tenho sonhado.

26 Até quando se achará isto no coração dos profetas que vaticinam a mentira, e que profetizam as seduções do seu coração?

27 Os quais querem fazer que o meu povo se esqueça do meu nome pelos sonhos deles, que cada um conta ao seu vizinho; assim como os pais deles se esqueceram do meu nome por causa de Baal.

28 O profeta, que tem um sonho, conte o seu sonho; e o que tem a minha palavra, anuncie a minha palavra verdadeiramente. Que comparação há entre a palha e o trigo? diz o Senhor.

29 Acaso não são as minhas palavras como um fogo, diz o Senhor; e como um martelo que quebra a pedra?

30 Por esta causa eis aqui venho eu aos profetas, diz o Senhor: que furtam as minhas palavras cada um ao seu vizinho.

31 Eis-me aqui contra os profetas, diz o Senhor: que forjam sua linguagem, e pronunciam, diz o Senhor.

32 Eis-me aqui contra os profetas que sonham a mentira, diz o Senhor: que as referiram, e enganaram ao meu povo com a sua mentira, e com os seus milagres; não os havendo eu enviado, nem dado ordem alguma a esses que nada aproveitaram a este povo, diz o Senhor.

33 Pois se te perguntar este povo, ou o profeta, ou o sacerdote, dizendo: Qual é o peso do Senhor? lhes dirás: Vós sois o peso; porque eu vos hei de arrojar, diz o Senhor.

34 E o profeta, e o sacerdote, e o povo que diz: Peso do Senhor, eu farei visita sobre aquele varão e sobre a sua casa.

35 Isto direis cada um a seu vizinho, e a seu irmão: Que respondeu o Senhor? E que falou o Senhor?

36 E não se mencionará mais o peso do Senhor; porquanto a cada um será peso a sua palavra; porque transtornastes as palavras do Deus vivente, do Senhor dos exércitos nosso Deus.

37 Isso dirás ao profeta: Que te respondeu o Senhor? E que falou o Senhor?

38 E se disserdes: Peso do Senhor. Por isso assim diz o Senhor: Porque dissestes esta palavra: Peso do Senhor. E vos enviei a dizer: Não digais: Peso do Senhor.

39 Portanto eis-aí vos tomarei eu para levar-vos, e vos abandonarei longe da minha presença a vós, e à cidade que vos dei, e a vossos pais.

40 Entregar-vos-ei a um opróbrio sempiterno e a uma eterna ignomínia, que nunca se apagará da memória.



Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação. Veja também: Hebrew - English Bible — JPS 1917 Edition; La Bible bilingue Hébreu - Français — “Bible du Rabbinat”, selon le texte original de 1899; Parallel Hebrew Old Testament by John Hurt.


.

Abrir