Bíblia do Caminho Testamento Kardequiano

O Livro dos Espíritos ©

(1ª edição)
(Édition Française)

CONTENDO

OS PRINCÍPIOS DA DOUTRINA ESPÍRITA

Sobre a natureza dos Espíritos, suas manifestações e suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da Humanidade;

Escrito e publicado conforme o ditado e a ordem de Espíritos superiores

Por

ALLAN KARDEC.

PARIS, 18 DE ABRIL DE 1857.

Índice.

(Por capítulos e alfabético)

Aviso sobre esta edição: Federação Espírita Brasileira.

O papel de Allan Karec na Codificação Espírita. (Parte I, II, III, IV): Apresentação do Tradutor.

Introdução ao estudo da Doutrina Espírita. — Páginas (33 e 34.) (34 a 37.) (37 a 40.) (40 a 42.) (42 e 43.) (43 a 49.) (49 e 50.) (50 a 52.) (52 e 53.) (54 e 55.) (55 e 56.) (56 e 57.) (57 a 59.) (59 e 60.) (60.) (61 a 64.) (64 a 66.)

Prolegômenos


LIVRO PRIMEIRO — DOUTRINA ESPÍRITA.


LIVRO 1ºCAPÍTULO I. — Deus. (Questões 1 a 10 a.) — Provas da existência de Deus. — Deus é um ser individual. — Atributos da Divindade.


LIVRO 1ºCAPÍTULO II. — Criação. (Questões 11 a 22 b.) — Princípio das coisas. — Investigações da Ciência sobre o princípio das coisas. — Infinito do Espaço. — Todos os mundos do Universo são povoados de seres vivos. — Formação dos seres vivos na Terra. — Adão. — Diversidade das raças na Terra.


LIVRO 1ºCAPÍTULO III. — Mundo corpóreo. (Questões 23 a 37.) — Seres orgânicos. — Princípio vital. — Instinto e inteligência. — Diferença entre as plantas, os animais e o homem.


LIVRO 1ºCAPÍTULO IV. — Mundo espiritual ou dos Espíritos. (Questões 38 a 79 c.) — Criação dos Espíritos. — Natureza e imaterialidade dos Espíritos. — Forma dos Espíritos. — Perispírito. — O mundo espiritual é o mundo normal primitivo. — Os Espíritos habitam o espaço universal. — Dom de ubiquidade atribuído aos Espíritos. — Faculdade de ver, nos Espíritos. — Comunicações mútuas dos Espíritos. — Estado primitivo dos Espíritos: seu aperfeiçoamento progressivo. — Diferentes ordens de Espíritos. — Todos os Espíritos tendem à perfeição. — Queda dos anjos. — Demônios. — Funções e atribuições dos Espíritos. — Faculdades intelectuais dos Espíritos; seus conhecimentos do passado e do futuro. — Penas e gozos dos Espíritos. — Famílias de Espíritos.


LIVRO 1ºCAPÍTULO V. — Encarnação dos Espíritos. (Questões 80 a 100 b.) — Objetivo da encarnação. — A alma. — Há três coisas no homem: o corpo, a alma e o perispírito. — Dupla natureza do homem. — Origem das paixões. — União da inteligência e da perversidade. — Instante da união entre a alma e o corpo. — Relações congênitas entre filhos e pais. — Semelhanças físicas e morais. — Indivisibilidade da alma. — Sede da alma. — A alma é interna ou externa? — Influência da matéria e dos órgãos sobre as manifestações da alma. Loucura. Idiotismo — Ideias intuitivas trazidas ao homem pelo Espírito nele encarnado.


LIVRO 1ºCAPÍTULO VI. — Retorno da vida corpórea à vida espiritual. (Questões 101 a 124 b.) — A alma após a morte. — Individualidade da alma antes e depois da morte. — O todo universal. — Independência da alma e do princípio vital. — O corpo pode viver sem a alma. — Separação da alma e do corpo. — Sensação da alma ao retornar ao mundo dos Espíritos. — Lembrança da existência corpórea. — Relações entre as almas dos que se conheceram na Terra. — Maneira pela qual as almas consideram as coisas deste mundo. — Humilhação dos grandes e exaltação dos pequenos.


LIVRO 1ºCAPÍTULO VII. — Diferentes encarnações dos Espíritos. (Questões 125 a 152.) — Reencarnação dos Espíritos. — Metempsicose. — Objetivo da reencarnação. — A vida temporal é uma peneira ou um depurador para o Espírito. — A reencarnação nos diferentes mundos. — Estado progressivo físico e moral dos seres que habitam os diferentes mundos. — Vida eterna. — Espíritos errantes. — Intervalos das existências corpóreas. — Provações da vida corpórea. — Escolha das provas. — Lembrança das existências anteriores. — Marcha progressiva dos Espíritos. — Semelhanças físicas e morais do homem nas suas múltiplas existências.


LIVRO 1ºCAPÍTULO VIII. — Emancipação da alma durante a vida corpórea. (Questões 153 a 171 a.) — Sonhos. — Sonambulismo natural. — Segunda vista. — Alucinações: Visões. — Crisíacos. — Êxtase. — Sonambulismo magnético.


LIVRO 1ºCAPÍTULO IX. — Intervenção dos Espíritos no mundo corpóreo. (Questões 172 a 199.) — Penetração dos Espíritos em nossos pensamentos. — Influência dos Espíritos em nossos pensamentos e atos. — Sujeição do homem aos Espíritos. — Pactos. — Influência dos Espíritos sobre os bens e os males da vida corpórea. — Afeição dos Espíritos por certas pessoas. — Crenças em locais fatalmente propícios ou funestos pela frequência de Espíritos. — Gênios familiares. — Pessoas fatais eu propícias a outras pessoas. — Maldição. — Possessos.


LIVRO 1ºCAPÍTULO X. — Manifestação dos Espíritos. (Questões 200 a 276 a.) — Diferentes naturezas de manifestações. — Médiuns. — Diversas categorias de médiuns. — Papel e influência do médium e do meio nas manifestações. — Sinais de superioridade ou de inferioridade dos Espíritos. — Natureza das comunicações espíritas. — Os Espíritos podem revelar o futuro, as existências anteriores, os tesouros ocultos? — O Espiritismo não é um meio de adivinhação. — Objetivo das manifestações espíritas. — Evocações. — Condições mais favoráveis à evocação. — Manifestações espontâneas. — Espíritos que se podem evocar. — Evocação de pessoas vivas. — Telegrafia humana ou comunicações espíritas entre pessoas vivas.


LIVRO SEGUNDO — LEIS MORAIS.


LIVRO 2ºCAPÍTULO I. — Lei divina ou natural. (Questões 277 a 305 a.) — Caráter e objetivo da lei divina ou natural. — O bem e o mal. — Diferença entre lei natural e estado de natureza. — Conhecimento intuitivo da lei natural. — Revelação. — Profetas. — Caráter da lei de Jesus. — Objetivo do ensinamento dado pelos Espíritos. — Divisão da lei natural.


LIVRO 2ºCAPÍTULO II. — I. Lei de adoração. (Questões 306 a 319.) — Objetivo e forma da adoração. — Vida contemplativa. — Efeitos da prece.


LIVRO 2ºCAPÍTULO III. — II. Lei do trabalho. (Questões 320 a 327 b.) — Objetivo e obrigação do trabalho. — Limite do trabalho. — Repouso.


LIVRO 2ºCAPÍTULO IV. — III. Lei de reprodução. (Questões 328 a 337 b.) — Obstáculos à reprodução. — Aperfeiçoamento das raças. — Celibato. — Casamento. — Poligamia.


LIVRO 2ºCAPÍTULO V. — IV. Lei de conservação. (Questões 338 a 356.) — Instinto de conservação. — Gozo dos bens terrenos. — Necessário e supérfluo. — Limite das necessidades e prazeres do homem. — Excesso e abuso. — Privações voluntárias. — Mortificações ascéticas. — Mutilações. — Suicídio.


LIVRO 2ºCAPÍTULO VI. — V. Lei de destruição. (Questões 357 a 379 b.) — Destruição necessária e destruição abusiva. — Alimentação. — Assassínio. — Duelo. — Pena de morte. — Flagelos destruidores. — Guerras.


LIVRO 2ºCAPÍTULO VII. — VI. Lei de sociedade. (Questões 380 a 390 a.) — Necessidade da vida social. — Vida de isolamento. — Voto de silêncio. — Condições de melhoria social. — Caráter das leis humanas.


LIVRO 2ºCAPÍTULO VIII. — VII. Lei do progresso. (Questões 391 a 402 b) — Estado de natureza. — Caráter do progresso. — Povos degenerados. — Civilização. — Raças rebeldes ao progresso.


LIVRO 2ºCAPÍTULO IX. — VIII. Lei de igualdade. (Questões 403 a 417 a.) — Igualdade natural. — Desigualdade das aptidões. — Desigualdades sociais. — Desigualdade das riquezas. — Provas da riqueza e da miséria. — Pompas fúnebres. — Condição social da mulher.


LIVRO 2ºCAPÍTULO X. — IX. Lei de liberdade. (Questões 418 a 441 c.) — Liberdade natural. — Escravidão. — Liberdade de pensar. — Liberdade de consciência. — Livre-arbítrio. — Fatalidade.


LIVRO 2ºCAPÍTULO XI. — X. Lei de justiça, amor e caridade. (Questões 442 a 452.) — Justiça e direitos naturais. — Amor ao próximo. — Direito de propriedade.


LIVRO TERCEIRO — ESPERANÇAS E CONSOLAÇÕES.


LIVRO 3ºCAPÍTULO I. — Perfeição moral do homem. (Questões 453 a 458 a.)


LIVRO 3ºCAPÍTULO II. — Felicidade e infelicidade na Terra. (Questões 459 a 473)


LIVRO 3ºCAPÍTULO III. — Penas e recompensas futuras. (Questões 474 a 501.)


Epílogo.


NOTAS: Nota I. (Nº 20). | Nota II. (Nº 23). | Nota III. (Nº 134). | Nota IV. (Nº 139). | Nota V. (Nº 145). | Nota VI. (Nº 156). | Nota VII. (Nº 171). | Nota VIII. (Nº 230). | Nota IX. (Nº 235). | Nota X. (Nº 245). | Nota XI. (Nº 257). | Nota XII. (Nº 268). | Nota XIII. (Nº 271). | Nota XIV. (Nº 275). | Nota XV. (Nº 441). | Nota XVI. (Nº 478). | Nota XVII. (Nº 500).


Índice alfabético.

Nota explictiva.

Referências.


As lições dessa bíblia que fizeram citações ao Livro dos Espíritos, poderão ser consultadas na seção Estudos Espíritas.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir