Bíblia do CaminhoTestamento Kardequiano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Revista espírita — Ano III — Maio de 1860

(Édition Française)

DITADOS ESPONTÂNEOS


II


Os médiuns

Sinto-me satisfeito por ver que sois pontuais ao encontro que vos marquei. Possa a bondade de Deus estender-se sobre vós e serdes auxiliados por vossos anjos-da-guarda, com seus conselhos, preservando-vos da influência dos maus Espíritos, se souberdes escutar sua voz e fechar o coração ao orgulho, à vaidade e à inveja.

Encarregou-me Deus de uma missão a cumprir junto aos crentes que ele favorece com o mediunato. Quanto mais graças receberem do Altíssimo, mais perigos correrão; e esses perigos são tanto maiores quanto nascem dos mesmos favores que Deus lhes concede.

As faculdades de que gozam os médiuns lhes atraem os elogios dos homens: felicitações, adulações, eis o escolho. Esses mesmos médiuns, que deveriam ter sempre presente na memória a sua incapacidade primitiva, a esquecem; fazem mais: o que só devem a Deus, atribuem ao seu próprio mérito. Que acontece, então? Os bons Espíritos os abandonam. Não tendo mais bússola para os guiar, se transformam em joguete dos Espíritos enganadores. Quanto mais capazes, mais são levados a considerar sua faculdade um mérito, até que, enfim, para os punir, Deus lhes retira o dom, que apenas lhes pode ser fatal.

Nunca seria demais lembrar que vos recomendeis ao vosso anjo-da-guarda, para que vós auxilie a vos manter vigilantes contra vosso mais fiel inimigo, que é o orgulho. Lembrai-vos de que sem o apoio de vosso divino Mestre, vós, que tendes a felicidade de servir de intermediários entre os Espíritos e os homens, sereis punidos tanto mais severamente quanto mais favorecidos, se não tiverdes aproveitado a luz.

Apraz-me crer que esta comunicação, da qual dareis conhecimento à Sociedade, produzirá seus frutos, e que todos os médiuns que lá se acham reunidos manter-se-ão em guarda contra o escolho que os destruiriam. Esse escolho – já o disse a todos – é o orgulho.

.Joana d’Arc n


Aviso: Temos a satisfação de anunciar aos nossos leitores a reimpressão da História de Joana d’Arc, ditada por ela mesma. Essa obra aparecerá em breve, na livraria do Sr. Ledoyen. Voltaremos a falar novamente dela.


Allan Kardec



Paris. – Imprimerie de H. CARION, 64, rue Bonaparte. W


[1] [v. Joana d’Arc]


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir