Bíblia do CaminhoTestamento Kardequiano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Revista espírita — Ano III — Novembro de 1860

(Édition Française)

DISSERTAÇÕES ESPÍRITAS

Recebidas ou lidas na Sociedade por vários médiuns

O nada da vida

(Médium – Srta. Huet)

Meus bons amigos de adoção, permiti que vos diga algumas palavras, como conselhos. Deus me autoriza a vir até vós.

Como lamento não poder comunicar-vos todo o ardor que havia em meu coração e que me animava para o bem! Crede em Deus, o autor de todas as coisas; amai-o; sede bons e caridosos: a caridade é a chave do céu. Para vos tornardes bons, pensai algumas vezes na morte; é um pensamento que eleva a alma e a deixa melhor. Porque, o que somos na Terra? Um átomo lançado no espaço; bem pouca coisa no Universo. O homem nada é: faz número. Quando olha à sua frente, quando olha para trás, é ainda o infinito que vê; sua vida, por mais longa que seja, é um ponto na eternidade. Pensai, pois, em vossa alma, pensai na vida nova que vos espera, porquanto não podeis duvidar que ela existe, fosse mesmo pelos desejos de vossa alma, jamais satisfeitos, o que é uma prova de que o serão num mundo melhor. Até logo.


S. .Swetchine n



[1] [v. Sofia Swetchine]


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir