Testamento Xavieriano - Auta de Souza - Capítulo 62

Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Auta de Souza — A própria


62

Na luz perene

  1 Não te rendas aos golpes da amargura,

  Nem conserves a mágoa no teu ninho;

  A dor que atinge extremos de tortura

  É refúgio real no torvelinho.


  2 Colhe as flores da estrada com brandura,

  E planta novos sonhos de carinho;

  Socorre a inquietação que te procura,

  E eis que a paz te enobrece no caminho.


  3 Se te escasseia o amor à própria vida,

  Descerás para a sombra, instante a instante,

  Ao tributo fatal da morte infrene.


  4 Mas se buscas sorrir e dar guarida

  Ao cansado viajor de passo errante,

  Renascerás, feliz, na Luz Perene!…


.Auta de Souza



(Impresso pela Casa Transitória da Federação Espírita do Estado de São Paulo)


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir