Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Bezerra, Chico e você — Bezerra de Menezes


57

Dinheiro e carência

1 Filhos, quanto puderdes, semeai a felicidade para os vossos irmãos na Terra; quanto nos seja possível, sirvamos.

2 Tempo é também depósito de Deus em nossas mãos.

3 Aqui, na Vida Espiritual, não se vos perguntará quanto aos títulos que usastes, nessa ou naquela esfera de atividade humana e sim sereis inquiridos quanto às dores que atenuastes, às lágrimas que suprimistes!

4 Amemo-nos! Tudo é bênção quando convertemos as lutas e os valores do mundo em bênçãos para a vida.

5 Abençoemos a nossa oportunidade de trabalhar.

6 Em todas as circunstâncias, preservemos a tranquilidade para servir; 7 em todas as provações, imunizemo-nos contra a discórdia e reunamos nossas energias para realizar a tarefa a que fomos chamados.

8 E sejam quais forem os problemas, estendamos nossas mãos uns aos outros fraternalmente, para que o tempo, patrimônio do Senhor, não se perca em nossos passos.

9 Agradeçamos à Divina Providência o dom de compreender a verdade e o ensejo de trabalhar na concretização do melhor ao nosso alcance.

10 Todos os elementos do mundo são ingredientes necessários à luz de nosso próprio burilamento.

11 Dinheiro é instrumento do Senhor para todos os que se decidem a servi-lo na pessoa dos semelhantes e carência de recursos materiais é outra vantagem do Senhor para todos os que lhe sabem acatar os desígnios, transformando-a em trabalho renovador.

12 Dor é bênção e alegria é bênção.

13 Dificuldade é via de acesso à vitória nos ideais que nos propomos alcançar e facilidade é caminho para sustentarmos o triunfo a que aspiramos, no desempenho dos propósitos de Jesus.

14 Tudo na Terra e na vida é apelo a que trabalhemos mais, servindo mais; à face disso, que a compreensão real do Evangelho nos felicite, inspirando-nos a materializar, com mais segurança, as esperanças do Cristo a nosso respeito.

15 Não nos deixemos envolver por dúvidas e sombras, incertezas e dissensões.

16 O grande remédio para todas as aflições será sempre trabalhar mais e servir mais, entregando ao Senhor a parte dos problemas que não nos seja possível resolver.

17 Unamo-nos portanto, filhos queridos, e acalentando a alegria em nossos corações, sigamos ao encontro do futuro, na certeza de que Jesus nos sustentará.


.Bezerra


De mensagem recebida em 29.08.1964.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir