Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Carmelo, ele mesmo — Mensagens familiares de Carmelo Grisi


Carmelo Grisi, ele mesmo

1 — Pai, era um exemplo de trabalho e retidão para a família, que lhe foi motivo para respeito e entendimento. Com semelhante comportamento, deixou na Terra filhos admiráveis pela nobreza de caráter, que lhe honram a memória.

2 — Cidadão, foi um padrão de paz e serviço ao próximo. Exerceu atividades diversas, distinguindo-se na execução dos compromissos que assumia e pelo máximo esforço que efetuava para fazer o melhor.

3 — Enviuvando muito cedo, consagrou-se inteiramente aos familiares que lhe retribuíam o afeto. Em companhia dos filhos e de alguns amigos, fundou o Lar da Irmã Elvira, na cidade de Votuporanga, Estado de São Paulo, pois, era o nome da companheira que havia partilhado com ele as dificuldades e alegrias da vida, sempre interessado na obra do bem que lhe falava dela ao coração. O Lar da Irmã Elvira se transformou em abrigo para todos os necessitados, especialmente para as crianças carecedoras de amparo.

4 — Era alegre sem imprudências, edificando esperança e otimismo em todos aqueles que se lhe faziam ouvintes.

5 — Era particularmente o homem das boas obras, sempre pronto a servir.

6 — Amigo, foi um servidor leal e devotado, agindo, onde estivesse, em favor dos outros.

7 — Com estas características, Carmelo Grisi era sincero e espontâneo, aquecendo qualquer conversação e qualquer diálogo com os companheiros, no seu calor e no seu imperturbável animo.

8 — Era forte na fé em Deus e correto na apreciação dos homens de bem.

9 — Foi humilde sem subserviência; corajoso na travessia das provações do mundo; digno sem orgulho ou vaidade, em nos referindo ao bem que espalhava incessantemente.

10 — Compreensivelmente não era um ativista da morte mas dedicado cultor da vida, como se depreende das comunicações que nos tem trazido até agora, através da mediunidade, confortando e levantando almas que as tribulações da existência venham a ferir.


11 Eis alguns dos traços do amigo que nos propomos apresentar com o respeito e o carinho que ele sempre fez por merecer.

12 Lembrando-lhe o trabalho constante e a bondade sem lides, pedimos a Jesus o engrandeça na Vida Maior e o abençoe sempre.


.Emmanuel


Uberaba, 10 de Janeiro de 1991.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir