Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Chico Xavier, a aurora de uma vida entre o Céu e a Terra — Autores diversos subscritos por F. Xavier.


80


A sede de Jesus

| 16 de julho de 1932.


1 “Tenho sede!” — exclamava o Mestre amado,
Sob a dor amaríssima na cruz.
Mas que sede, inflamando o bom Jesus,
Abrasava o seu peito torturado?


2 Ele, o meigo Pastor que nos conduz
Através das misérias do pecado,
Ao recinto da paz, divinizado,
Onde tudo é ventura, amor e luz,


3 Sentia sede, a sede estranha e pura
De redimir a humana criatura
De mais amar os crentes e os ateus.


4 Sede do amor da ingrata humanidade,
Sede de oferecer-nos mais piedade,
Elevando a nossa alma para Deus!



F. Xavier


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir