Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Chico Xavier, 100 anos de amor — Autores diversos


9


Vivamos nos ensinos de Jesus

1 Provas da existência de Deus? Será isso possível por Jesus.

2 Deus fez as montanhas, os mares, os rios, as fontes, os horizontes, a natureza, as flores, as grandezas do mundo natural, entregou a direção da Terra ao Filho Amado, que chamamos por Nosso Senhor Jesus Cristo.

3 Deus confiou a Ele as criaturas, inclusive os animais para o desenvolvimento progressivo que pede séculos de trabalho sobre a Terra. Depois disso entrega ao Cristo os processos da evolução do sentimento humano. E Deus, o Criador, opera através de circunstâncias, nas quais o Excelso Tutor dirige os humanos. Entretanto, nunca se mostrou a quem quer que seja.

4 Jesus, porém, lhe recebe as ordens e os influxos e a Humanidade prossegue para frente.

5 Estudando os ensinos do Senhor, podemos mostrar que Ele sempre respeitou as Leis Divinas, jamais ultrapassando-lhes os limites.

Anotemos.

6 Jesus pregando o reconforto aos homens exclamou: Vinde a mim todos vós os que sofreis que vos aliviarei. (Mt) Ele cura, porque a glória do Criador é tão excelsa, que Ele usa só do silêncio próprio, Maravilhoso Criador que sempre é, a fim de curar uma ferida. 7 Cede todos os recursos para os homens e mulheres, emprestando-lhes o ouro e a prata, tanto quanto os diamantes soterrados, permitindo-lhes a formação de riquezas e organizações, doando-lhes concessões de toda sorte; 8 concedendo-lhes poder para explorar os rios e os mares, os tesouros das águas, excetuando o Sol, que o Criador reserva para o próprio impenetrável, porque o Sol é todo Luz, quanto Ele próprio, sem confiar nas oscilações e dúvidas dos homens.

9 Por isso, em todas épocas, nunca surgiram empresas e companhias que viessem por em risco nosso Planeta, que o Criador não permite vacilação e prejuízos na evolução das criaturas, que o Seu Espírito Criador considera a todas por seus filhos. 10 Jesus, sempre Jesus, governa nossos impulsos e realizações, e nem Ele, Nosso Senhor, ousou em luz solver aos arbítrios humanos.

11 O próprio Jesus nos deixa ver tudo isto, quando na Cruz, pediu Ele ao Pai: “Pai meu, por que me abandonastes?” (Mt) Sabia o Senhor que Deus sabia tudo e entregava ao Pai nossos destinos.

12 Quando rogou perdão para os algozes, que o preferiram, a Barrabás. Diz Ele respeitosamente: “Oh! Senhor, Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem”. (Lc)

13 A Deus, não mais insistiu, porquê? Porque sabia que Deus age por leis e nunca volta atrás. Nunca seduziram Nosso Senhor, porque Deus, nunca deixa a posição de respeitador das próprias leis. 14 Por tudo o que expomos ligeiramente, Deus é o Criador de todas as grandezas que brilham sobre a Terra, apenas confia às criaturas a administração das forças que Ele criou e ainda improvisa.

15 Exemplo: Imaginemos que um dia da existência terrestre vale uma vida. Se um homem errou na vida passada ou no passado, a pena passa de uma vida para outra, a dívida ainda lhe faz sofrer agora, não pode só por ser vida ser pagamento.

16 A dívida o acompanha hoje ou amanhã, mas deve ser executada conforme as Leis Divinas, já que Deus nos concedeu o livre arbítrio.

17 Pensando em tudo isso, tenhamos atenção nas próprias obras.

18 Deus existe, não duvidemos, e nos tem igual amor e sabe tudo em silêncio a nosso respeito. Procuremos, pois, viver segundo as lições de Jesus Cristo.

19 Confiemos na Luz da Vida que é de Deus, entregando-nos todos, hoje e sempre, a Nosso Senhor Jesus, e vivamos com Deus.


.Cornélio Pires


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir