Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Espera servindo — Emmanuel


7


Aceitação

A dor é ação necessária ao desenvolvimento da vida.

  Fugir dela é escapismo.

  Rebelar-se é agravar a própria situação.

  Transferi-la para outrem é crueldade.

  Ignorá-la é indiferença.

  Queixarmo-nos é imaturidade.

  Exagerá-la é perturbar o ambiente em que se vive.

  Exibi-la, no intuito de provocar a compaixão alheia, é explorar-lhe negativamente os benefícios.

  Espalhá-la é ferir aos que nos cercam.


Diante da dor que nos procure, examinemo-la, no íntimo de nossas próprias almas, e, se reconhecemos que ela vem com motivos justos, aceitemo-la com paciência, aproveitando-lhe os ensinos.

E admitindo-a em nós e conosco, [tenhamos suficiente coragem para retificar-nos] retifiquemo-nos em tudo aquilo de que tenhamos necessidade de corrigenda, a fim de que possamos melhorar-nos, para colaborar na construção do Amanhã Melhor.


.Emmanuel




[1] O texto acima difere da mensagem original nas palavras marcadas e [entre colchetes]. Seu conteúdo foi psicografado em reunão pública da noite de 15 de junho de 1984, em Uberaba; o manuscrito encontra-se sob a custódia do Dr. Eurípedes Higino, filho adotivo do Chico.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir