Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Fé e vida — Autores diversos


Capítulo 9


Trovas de amigos

1 Age, crê, serve e confia…

Honrando a fé que professas,

Pessoa que desanima

Parece andar às avessas.

.Roberto Corrêa


2 Temos a luta em nós mesmos,

E lutas em derredor…

Há grandes lutas nas ruas,

E em casa a luta é maior.

.Sinfrônio Martins


3 Depois da morte é que a gente,

Aos clarões de Novo Dia.

Vemos nós que não se fez

Todo o bem que se podia.

.Álvaro Vianna


4 Para o homem triste e aflito,

Na prova da viuvez,

Existe um santo remédio:

É casamento outra vez.

.Juvenal Galeno


5 Das três provas que não dou conta

Na febre que me embaraça,

É o frio que me desmonta:

A farra, o jogo e a cachaça.

.Lulu Parola


6 Chegar ao portão da morte,

Pensando em ser o fim, n

Esquecer nossos costumes

Não é tão fácil assim.

.João Moreira da Silva


7 No problema que te afete,

Reflete, mede, vigia,

Nem todo encontro é de amor,

Nem todo apoio auxilia.

.Pedro Silva


8 Na vida há trabalho em tudo,

Na Terra, no Céu, no Mar,

Tudo pede amor e luz,

Coitado de quem parar.

.Firmino Amaral


9 Quem quer sempre a vida mansa,

Eis o aviso que interessa:

— Para aquele que descansa,

A morte vem mais depressa.

.Cornélio Pires


10 Dos sofrimentos do mundo

Que a vida nos arrecade.

O maior de todos eles

É o suplício da saudade.

.Mariana Luz


11 Saudade lembra a garoa

Que se espraia pelo chão:

Como a chuva miudinha

Caindo no coração.

.Auta de Souza




(Grupo Espírita da Prece, Uberaba (MG), 18 de fevereiro de 1989)


[1] NE.: Por questão de metrificação, sem alteração semântica, esse verso poderia ser escrito assim: “Pensando em que seja o fim”.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir