Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Gotas de luz — Casimiro Cunha


18


Migalhas

  1 Quem vive nas discussões,

  Atendendo uma por uma,

  Muita vez passa na Terra

  Sem acender luz alguma.


  2 Navio grande prossiga

  Ao mar alto, em desconforto…

  Mas navio pequenino

  Navegue perto do porto.


  3 Onde toda a gente manda

  Sem que ninguém obedeça,

  As obras podem ser grandes

  Mas sem pés e sem cabeça.


  4 Não desatendas no mundo

  À Grande Sabedoria.

  O homem faz almanaques

  Mas só Deus governa o dia.


  5 Esperas pela bondade

  Que flui da Divina Aurora?

  Começa por ser bondoso

  Hoje mesmo, aqui, agora!…


  6 Aprende a ouvir a verdade

  Serena, elevada e pura.

  Muito raro é o bom conselho

  Sem ressaibos de amargura.


  7 Doentes e prisioneiros

  Que o sofrimento congela

  Encontram dificilmente

  Pessoas da parentela.


  8 Entre amar e bem-querer

  Há muitas léguas que andar.

  Sanguessuga também sente

  O bem-querer de sugar.


  9 Quando o céu é todo azul

  Muita gente dá lições,

  Mas, chegando a tempestade,

  Dá gritos e acusações.


  10 Não zombes do irmão que sofre

  Amargurado e ferido;

  Entre as sombras do amanhã,

  Teu dia é desconhecido.


Casimiro Cunha


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir