Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Histórias e anotações — Irmão X


1


Viagens ao espaço

1 Falas, entusiasticamente, em habitantes de outros mundos, como se não estivéssemos habituado à experiência espírita.

2 Ante a evolução dos projéteis balísticos, referes-te às criaturas de Marte e Júpiter, Vênus e Saturno, com o êxtase de uma criança. E pensas em alterações e reviravoltas milagrosas, como se a tela moral do orbe pudesse modificar-se de momento.

3 Lembra-te, porém, de que a vida estua, vitoriosa, em toda a parte, e de que a própria gota d’água é um pequenino mundo, povoado por miríades de seres dos quais o microscópio nos proporciona ampla notícia.

4 Cada Esfera quanto cada paisagem é habitada a seu modo. E todos nós, amigos desencarnados, formulamos votos para que o homem, nosso irmão, continue devassando pacificamente o espaço, surpreendendo novas características de vida no reino cósmico. 5 Nota, entretanto, que há mais de um século os homens que “morreram” chamam, debalde, a atenção dos homens que “vão morrer”. E gritam que a vida continua para lá do sepulcro, que a matéria se gradua em outros estados diferentes daquele pelo qual é conhecida na Terra.

6 Convidados à verificação da verdade, sábios eminentes como Crookes, Myers, W Morselli, W Ochorowicz, W Aksakof, W Lodge, W empenham a própria autoridade, trazendo a lume observações e declarações indiscutíveis.

7 Médiuns consagrados ao bem colaboram na difusão dos novos conhecimentos. Home, Eusápia, Esperance, W Piper, W sem nos reportarmos às irmãs Fox, submetem-se a exigências constantes.

8 Os Espíritos são vistos, ouvidos, apalpados, fotografados e identificados, mas, porque os medianeiros permanecem naturalmente unidos à mensagem, como o violino ao musicista na execução da melodia, cria Richet a grande escapatória com a metapsíquica. 9 Não obstante a respeitabilidade de sua obra científica, o notável pesquisador constrói com tal sutileza a sua filosofia da dúvida, que a Doutrina Espírita estaria transfigurada simplesmente em vasto laboratório de intermináveis experimentos, não fosse a legião de bravos que lhe sustentam o estandarte de amor e luz, como autênticos vanguardeiros do progresso, junto da Humanidade.

10 Ainda assim, apesar de todos os empeços, avança a evidência do Mundo Espiritual. Nos países mais cultos do Globo os fenômenos do Evangelho vão sendo revividos, imprimindo consequências morais por toda parte. Os assuntos da sobrevivência são reexaminados.

11 Outros médiuns chegam à sementeira das grandes revelações e o movimento prossegue, anunciando a continuação da vida no Além.

12 O problema, contudo, é tão fascinante que até mesmo os espíritas, privilegiados do entendimento, manuseiam-lhe os valores como quem lhe desconhece a grandeza. Permanecem na realidade fulgurante, à maneira do homem comum à frente do Sol. À força de recolher-lhe, gratuitamente, a vitalidade e o calor, se esquece de agradecer-lhe a presença.

13 Não precisa perguntar-nos, assim com esse ar de encantamento, se pode habilitar-se a uma excursão até Vênus ou Marte, em época próxima. Queiras ou não, farás, como nós já o fizemos, uma viagem muito mais importante. Mesmo que bebas soros de longevidade, com a geleia real de contrapeso, conforme as usanças do século, apresentarás as tuas despedidas no momento adequado.

14 Creias ou não creias, conhecerás cidades prodigiosas e ninhos abismais, superlotados de gente que sente e pensa como tu. Não precisarás, para isso, tripular um foguete em velocidade vertiginosa. Virás mesmo na barca do velho Caronte. W

15 Nem alarme, nem propaganda. Para os homens, nossos irmãos na Terra, estarás em silêncio.

16 Mas teus olhos verdadeiros mostrar-se-ão percucientes por trás da fronte marmórea e a tua voz se levantará, renovada, por cima da boca hirta. Tão logo comece a romagem, dirão no mundo que estás morto.

17 Pensa nisso para acostumar-te, desde agora, às dificuldades com que te haverás, depois, para seres recebido entre os homens.

18 De qualquer modo, porém, encontrarás na Doutrina Espírita todos os recursos necessários à grande preparação. 19 Se respeitada, ela te será precioso passaporte, laboriosamente adquirido, para que te dirijas, tranquilo, aos domínios maravilhosos que desejas conhecer. 20 E essa circunstância; no caso, é a mais expressiva de todas, porque, se podes chegar hoje, em carne e osso, a planetas diversos do nosso, a fim de observares o que é dos outros para morreres em seguida, amanhã desembarcarás nos Planos da Vida Maior, em Espírito e verdade, para receberes o que te pertence.


.Irmão X

(.Humberto de Campos)

Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir