Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Jardim da infância — João de Deus


20


Essa velhinha

  1 Essa velhinha que vês,

  Passando sempre ao sol-posto,

  Todo dia, todo mês,

  Penosamente a esmolar,

  Também foi criança, um dia,

  Não conhecia o desgosto,

  Brincava, jogava e ria,

  Era o anjo de seu lar!…


  2 Depois vieram mudanças,

  Trabalhou, sofreu na vida,

  Morreram-lhe as esperanças,

  Cansou-se-lhe o coração.

  Hoje, triste, quase morta,

  Sozinha, desiludida,

  Esmola, de porta em porta,

  A fim de ganhar o pão.


  3 Não te esqueças, meu filhinho,

  Que um velhinho abandonado

  Tem sede de teu carinho,

  De tua doce afeição…

  Aprende a viver mais cedo,

  Não fujas amedrontado,

  Aproxima-te, sem medo,

  Anda cá! beija-lhe a mão!


.João de .Deus


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir