Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Novo mundo — Entrevistas — Emmanuel


1


Perguntas e respostas de Chico Xavier

(“Jornal da Manhã” — Uberaba, Minas, 25.12.1979).

1 — Morre-se antes da hora?

Indagado sobre as mortes repentinas e inesperadas, Chico explica:

— Os Espíritos se esmeram para que tenhamos na Terra o máximo de vida no corpo.

Nos casos de doenças prolongadas, há uma preparação do nosso espírito para uma Vida Maior.

As mortes súbitas são provações e, às vezes, ocorrências inevitáveis no mapa de trabalho trazido pelo espírito ao reencarnar.


Aspectos do Espiritismo

2 — No entender de Chico Xavier, o aspecto religioso da Doutrina Espírita é mais importante que os aspectos científico e filosófico. Segundo o médium, é o mais expressivo por atribuir ao homem mais amplas responsabilidades de ordem moral, no trato com a vida.

Emmanuel costuma afirmar-nos que, sem religião, seríamos na Terra viajores sem bússola, incapazes de orientarmo-nos no rumo da elevação real.


Insatisfações hoje

3 — A explicação de Chico a respeito das insatisfações do mundo de hoje está diretamente relacionada à ausência do Cristo nos corações humanos.

“Quando nos adaptarmos em definitivo ao espírito da Doutrina para vivência cristã, em nossas relações mútuas, toda insatisfação desaparecerá porque, estabelecida a paz em nossa consciência com nosso dever cumprido, as próprias doenças recuarão, pois muitas delas são consequências de nossos desajustes espirituais, em decorrência de nosso afastamento de Cristo, como Luz Divina para os nossos corações.”


4 — Considerando ainda o caso das insatisfações, o médium atribui o fator obsessão ao afastamento homem/Cristo.

“Nós perdemos o contato com Cristo que é a Luz Divina para nossa consciência e, de imediato, criamos tomadas para o domínio das sombras. Aí a obsessão pode surgir. Surgir como traumas psicológicos, doenças mentais, etc.”


Sobre a reencarnação

4 — Haveria alguma pista capaz de provar que existe realmente a reencarnação?

Chico Xavier responde a esta pergunta com outra:

“— Por que é que uns nascem sofrendo em condições muito mais difíceis que os outros?

“Não se pode admitir a injustiça Divina. Deus é a Justiça Suprema. Portanto, nós devemos a nós mesmos a consequência de nossos desajustes.

“Se eu pratiquei um crime, se lesei alguém, é natural que não tendo pago a minha dívida moral durante o espaço curto de uma existência, é justo que eu faça esse resgate em outras existências porque, de outro modo, compreenderíamos Deus como um ditador, distribuindo medalhas para uns e chagas para outros, o que é inadmissível.”


5 Desenvolvimento da Mediunidade

“A mediunidade é peculiar a toda criatura humana. Todas as pessoas são portadoras de valores mediúnicos que podem ser cultivados ao máximo, desde que a criatura se dedique a esse gênero de trabalho espiritual.

“De um modo geral, a pessoa só se diz médium quando se sente vinculada a um processo obsessivo: quando sente arrepios, muita perturbação, muito assédio.

“Esse é um médium doente.

“A pessoa só pode perfeitamente estudar sua mediunidade e ver qual o caminho que suas faculdades mediúnicas podem tomar.

“Uma criatura que desenvolva sua própria mediunidade, desenvolve-a educando-se, procurando aprimorar sua capacidade cultural, os seus valores, o seu dom de servir.

“O médium é um ser humano com as fraquezas e imperfeições potenciais de toda criatura terrestre.”


.Francisco Cândido Xavier

.Emmanuel


A Desencarnação

Chico entende que as criaturas incrédulas na vida após a morte, ao desencarnarem, têm dificuldade de aceitar a realidade da Vida Maior.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir