Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Chico Xavier: O Primeiro Livro — Autores diversos

Parte III — Chico Xavier: Psicografia

32


Soneto

  1 Não te entregues na Terra à indiferença.

  Cheio de amor e fé trabalha e espera;

  Nos domínios do mal, nada há que vença

  A alma boa, a alma pura, a alma sincera.


  2 No pensamento nobre persevera

  De servir, sempre alheio à recompensa;

  O desejo do Bem dilata a esfera

  Das luzes sacratíssimas da Crença.


  3 Vive nas rutilantes almenaras

  Dos castelos do amor de essências raras,

  Aspirando os olores da Pureza!…


  4 Terás na Terra, então, a vida calma.

  E a morte não será, para a tua alma,

  Jamais medonha e trágica surpresa.


.Raul de Leoni



Na sessão de 26 de julho de 1933.

Essa mensagem foi também publicada pela FEB e é o 3ª soneto do 51º capítulo do livro “Parnaso de Além-Túmulo


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir