Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Pássaros humanos — Autores diversos


6


Página à juventude espírita

  1 Meu irmão da mocidade,

  Ao sol de nossa Doutrina

  Aproveita enquanto é cedo

  A bênção que te ilumina.


  2 Desfruta do dia claro

  Em que a força vibra e avança

  Na doce vitalidade

  Da alegria e da esperança.


  3 Dizes “posso”, todavia,

  De que te vale poder

  Se te furtas no caminho

  À prudência de aprender?


  4 Recorda que prometeste

  Nos templos de amor do Além

  Constante fidelidade

  À excelsa missão do bem.


  5 Por isso desde o começo

  De tua nova existência,

  Recebeste Jesus-Cristo

  No campo da inteligência.


  6 Não detenhas tua fé

  Por bênção guardada em vão.

  Espiritismo é caminho

  De nossa renovação.


  7 Nos fios da honestidade,

  Tece, firme, o teu escudo.

  No jogo das aparências

  Busca sempre o conteúdo.


  8 Cultiva a cooperação.

  Não te canses de lembrar

  Que servir tardiamente

  É o mesmo que recusar.


  9 Foge à sombra da vaidade

  Que morde por serpe astuta.

  Arrima-te na humildade

  Por arma de tua luta.


  10 Trabalha, estuda e medita

  Sob a carne transitória ,

  O nosso dever cumprido

  É senda para a vitória.


  11 Aos companheiros mais velhos

  Atende e reverencia,

  Na porta do desrespeito

  A derrota principia.


  12 O nosso ideal é flama

  Que, brilhando na virtude,

  Guarda sempre as nossas almas

  Sob a Eterna Juventude.


  13 Segue o impulso da bondade,

  Não te algemes à ilusão,

  E traça à luz do Evangelho

  A rota do coração.


  14 Com Jesus-Cristo no leme

  Do barco em que te renovas

  Vencerás trevas e abismos

  Que surgem no mar das provas.


  15 Meu irmão da mocidade,

  Ao sol de nossa Doutrina,

  Aproveita enquanto é cedo

  A bênção que te ilumina.


.Casimiro Cunha


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir