Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Seara dos médiuns — Emmanuel


49


Tesouros ocultos

Reunião pública de 4 de Julho de 1960

Item n.° 295, § 30.° de “O Livro dos Médiuns”


1 Ainda existe quem se dirija aos companheiros desencarnados perguntando por tesouros ocultos.

2 Tais consulentes, guardando imaginação doentia, mentalizam recipientes encravados no subsolo ou no corpo de lodosas paredes, a vazarem moedas e preciosidades que lhes atendam aos pruridos de usura. E martelam a mediunidade inexperiente e pedem sonhos reveladores…

3 Mas os amigos espirituais, realmente esclarecidos, tudo fazem para que os irmãos da escola física não encontrem semelhantes bombas douradas que, provavelmente, lhes explodiriam nas mãos, em forma de crime.

4 Entretanto, cada criatura humana surge do berço para descobrir os talentos que traz, independentemente da fortuna terrestre, a fim de ajudar aos outros, valorizando a si mesma.

5 A mulher e o homem aproveitam o amor que dimana gratuitamente de Deus e erguem o santuário do lar, em que se escondem imperecíveis tesouros da alma.

6 O professor emprega palavras que não têm preço amoedado e amontoa os tesouros da cultura e da inteligência.

7 O escritor respeitável utiliza as letras do alfabeto, ao alcance de todos, e estabelece os tesouros do livro nobre que estende consolação e assegura o progresso.

8 E o compositor apropria-se das sete notas musicais que desconhecem a existência do ouro e oferece indistintamente, ao mundo, os tesouros da melodia.


9 Somente o trabalho consegue formar os verdadeiros tesouros da vida. Ainda assim, é indispensável saibamos distinguir a ação digna da exploração inferior.

10 Os cultivadores da coca e da papoula, que abusam dessas plantas medicinais, transformando-as em filões de dinheiro no mercado escuso da cocaína e do ópio, dizem que trabalham e apenas fazem os viciados e os infelizes.

11 É preciso saber o que produzimos, a fim de sabermos para onde nos dirigimos, porquanto o próprio Jesus afirmou, convincente: — “onde guardardes o vosso tesouro, tereis retido o coração”. ( † )

12 E as palavras do Mestre Divino tanto se referem às claridades do bem quanto às sombras do mal.


.Emmanuel


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir