Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Trilha de luz — Emmanuel


7


Lábios

“Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim”. — JESUS (Mateus, 15:8).


1 Com os lábios, beijam as mães da Terra as flores sublimes da vida, cooperando nas obras divinas do Eterno, mas com os lábios obedeceu Judas às vozes inferiores, entregando o Senhor com um beijo de ingratidão.

2 Com os lábios, os apóstolos do trabalho fazem o verbo criador nos serviços nobres do planeta; todavia, igualmente com eles, os mentirosos e os perversos espalham a maldade no mundo.

3 Das potências do corpo são os lábios das mais delicadas e importantes. Portas da língua, que pode salvar e arruinar, edificar e destruir, não devem permanecer distantes de sentinelas da disciplina.

4 A palavra do homem é criação sua, que lhe testificará a vida. O beijo da criatura é laço que determinará sua união com o bem ou com o mal.

5 Os lábios dão passagem ao verbo e transmitem o beijo.

6 Quantos sofrimentos se espalham na Terra, através da palavra leviana ou fingida e do ósculo criminoso ou insincero? Entretanto a maioria dos homens persiste em desconhecer o papel dos lábios na própria existência.

7 Se procuras, porém, a união com o Senhor, repara o que dizes e como dizes, observa os afetos a que te unes e a maneira pela qual estimas a alguém.

8 O grande problema não reside em falares tudo o que pensas, nem no apego às situações com todas as tuas forças, mas em falares e amares, pondo nos lábios a sinceridade construtiva do amor cristão.


.Emmanuel


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir