Bíblia do Caminho Súmulas Biográficas

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Augusto dos Anjos





AUGUSTO Carvalho Rodrigues DOS ANJOS — Bacharelando-se em Direito, na cidade do Recife, três anos depois transfere-se Augusto dos Anjos para o Rio de Janeiro, onde permanece por dois anos, lecionando na Escola Normal e no Colégio Pedro II. Muda-se posteriormente para Leopoldina, Minas, tornando-se abnegado diretor do Grupo Escolar “Ribeiro Junqueira”, até à desencarnação. Cognominado o “Poeta da Morte” por Antônio Torres, emparelha-se com Antero de Quental, como sendo poeta filósofo do mais alto nível. Os temas científicos encontraram em A. dos Anjos “o seu grande explorador”, segundo a expressão usada por Darcy Damasceno (in A Lit. no Brasil, III, t. 1, pág. 388). Apesar do pessimismo empedernido do poeta paraibano, salienta Fernando Góes (Pan., V, pág. 64) que “em muitos passos de sua obra áspera e amarga há traços de um grande espiritualismo”. (Engenho Pau d’Arco, perto da Vila do Espírito Santo, Paraíba, 20 de Abril de 1884 — Leopoldina, Minas Gerais, 12 de Novembro de 1914.)

BIBLIOGRAFIA: Eu; Eu e Outras Poesias(Ani)


.

Abrir