Súmulas Biográficas | Esdras

Bíblia do Caminho Súmulas Biográficas

Esdras


Esdras, ocorre uma vez na pura ortografia hebreia Ezra em (1 Cron. 4.17) [Auxílio, ajuda].  † 

A forma grega Ezra é usada na Septuaginta e nos Apócrifos mas não ocorre nas Escrituras canônicas Veja: Apócrifos.

Um sacerdote descendente de Sadoque e de Fineias (Ed 7.1-6). Era um escriba perito na lei de Moisés, fazendo da lei escrita, que levava consigo (14), assunto de estudos e ensinando-a (10,11). No sétimo ano de Artaxerxes Longimano, rei da Pérsia, de 465 a 425 A. C., foi encarregado pelo rei de ir a Jerusalém investigar a condição civil e religiosa da comunidade Judia e prepará-la para ao ensino da lei de Deus (14). Foi-lhe dado ordens para que as autoridades provincianas lhe fornecessem dinheiro e bens para o templo, e para a isenção do imposto aos oficiais do templo (21-24). Foi autorizado a conduzir uma nova companhia de judeus exilados para a Palestina, além daqueles que tinham acompanhado Zorobabel e o sumo sacerdote Josué, oitenta anos antes. Em reunindo aqueles que se propuseram retornar ele não encontrou nenhum levita de ordem mais baixa; mas chamando a seu chefe, alguns foram convencidos a juntar-se a ele. Depois de jejuarem e buscarem a orientação  divina para a jornada, partiram, numerando mais de 1700 homens, era o décimo segundo dia do primeiro mês, no ano sétimo de Artaxerxes, 458-457 A. C. (Ed 8.1-23, 31). Quando alcançaram Jerusalém quatro meses mais tarde, no primeiro dia do quinto mês (7.8), Esdras entregou os vasos que tinha recebido para o templo, ofereceu sacrifícios, e apresentou as ordens do rei aos governadores vizinhos (8.33-36). Ficou aflito ao descobrir que os judeus da Palestina, incluindo mesmo alguns sacerdotes, contrariando a lei de Moisés, tinham casado com esposas pagãs; mas foi bem sucedido em induzir a maioria deles divorciarem-se das mulheres estrangeiras (9 e 10). Treze anos depois Neemias veio a Jerusalém e reparou seus muros, Esdras tomou a principal parte na leitura da lei de Moisés ao povo da colônia (Ne 8). Morreu, de acordo com Josefo, no tempo da sucessão de Eliasibe ao sumo sacerdócio (Antig. 11. 5, 59). Era certamente contemporâneo de Eliasibe (Ne 3.1; 8.8,9.). Esdras marca a transição dos profetas aos escribas. Sobre sua relação à lei e aos livros do V. T., vide Cânon. — (Dicionário da Bíblia de John D. Davis©




[Vide na Revista Espírita de junho de 1860 uma história relacionada a Esdras intitulada: Tradição Muçulmana.]


.

Abrir