Bíblia do Caminho Temática

Espiritismo Página inicial Próximo Capítulo

Morte e desencarnação


TEMAS CORRELATOS
(Desencarnação) (Momento da morte) (Morte)

OUTRAS REFERÊNCIAS AO TEMA



Habitualmente usadas como sinônimos uma da outra, a palavra morte refere-se à cessação da vida orgânica num todo ou em partes do corpo carnal (v. Conceito científico de morte) e desencarnação representa o estado oposto ao de encarnação do Espírito. Quanto ao desligamento do perispírito de seus despojos carnais, pode ocorrer em muitos casos, que o Espírito que tenha retornado recentemente à Espiritualidade não consiga, por um tempo mais ou menos longo, desprender-se do veículo físico que a morte lhe ceifou, fato esse constatado comumente em pessoas que tiveram intensa vida sensual; quando isso ocorre o Espírito permanece ainda ligado a seus despojos pelo cordão fluídico, ficando em estado de perturbação, como nos exemplos citados por André Luiz no livro “Obreiros da Vida Eterna”; vide: Laço fluídico I e II. Observemos também outros exemplos onde o Espírito se desprende naturalmente do seu corpo físico nos casos de Fábio, no item 6 do cap. 16, e da Sra. Adelaide no item 5 do cap. 19 do mesmo livro. (Vide também: Perturbação espiritual) K.J.




Consideramos por desencarnação o estado do Espírito que já se desvencilhou de todos os liames que o prendiam ao corpo material. — Emmanuel (Eco)

Desencarnação é libertação da alma, morte é outra coisa. Morte constitui cessação da vida, apodrecimento, bolor. — Emmanuel (Eev)

É fácil morrer, mas não é fácil desencarnar. A pessoa continua tão profundamente ela própria que muita gente chega, por aqui, a não admitir haja deixado a roupa física para envergar outros trajes. É uma graça e uma lástima. — Ivo (Rtc)


.

Abrir